SSPG anuncia mudanças nos lançamentos de Perry Rhodan e Atlan

Publicado em: Comunicados Data de criação: 2020-04-27 Visualizações: 691 Comentários: 0

A SSPG anuncia que a série Atlan terá seu ritmo alterado, e serão feitos novos lançamentos de Perry Rhodan com base em uma pesquisa de opinião.

Mudança na série Atlan

 

A SSPG Editora comunica que a série Atlan passará a ter periodicidade trimestral a partir de junho de 2020. Dessa forma, após o lançamento do volume 11 da série nesse mês de junho, o volume seguinte será publicado em setembro, e assim subsequentemente, apenas nos meses múltiplos de 3.

O motivo para essa redução no ritmo dos lançamentos é o mesmo que levou a editora a alterar a periodicidade da série em outubro do ano passado: o baixo nível de vendas da série, cuja receita ainda não cobre sequer os custos de produção com as traduções. A SSPG esperava que a redução do ritmo em 2019 e a exposição dos motivos para isso levassem talvez a uma reação positiva nas vendas, com boa parte dos leitores passando a adquirir a série para garantir sua sustentação — mas, pelo contrário, houve uma queda maior nas vendas. Para ter uma ideia, a quantidade de volumes vendidos do nº 9 de Atlan até o momento foi menos da metade das vendas totais do nº 1.

Como foi citado no comunicado de 2019 acerca da redução para o ritmo bimestral, a reação natural da editora a esse tipo de situação seria o cancelamento da série Atlan. No entanto, a SSPG mantém ainda o seu interesse na continuidade dessa série e continua apostando na sua viabilidade a médio e longo prazo. Por isso, como alternativa a essa medida drástica de encerrar a publicação de Atlan, a editora se vê obrigada a efetuar mais uma redução do seu ritmo, para que o prejuízo nas vendas não tenha um impacto arriscado no equilíbrio financeiro do projeto da série Perry Rhodan como um todo.

Com essa aposta, a SSPG conta com o apoio dos fãs da série para ajudar a manter em andamento a edição de Atlan. Levando em conta a diferença citada nas aquisições dos números 1 e 9, a editora espera que os leitores que já adquiriram os primeiros volumes da série mantenham em dia suas compras, na medida do possível, mesmo que o seu ritmo de leitura não seja o mesmo ritmo dos lançamentos. E a SSPG também convida os leitores de Perry Rhodan que não leram Atlan ainda a adquirir os volumes e conhecer as aventuras do arcônida imortal no passado da Terra, após a derrocada da colônia da Atlântida.

Outro aspecto importante a ser lembrado nesse contexto é a necessidade premente de os leitores não incorrerem na prática de distribuir ou obter os volumes da edição brasileira ilegalmente, sem adquiri-los pelos meios regulares da loja virtual da SSPG. Caso haja algum leitor resvalando nessa prática condenável e tantas vezes combatida pela SSPG, basta ver agora o que um baixo nível de vendas pode fazer com uma série, como chegou a acontecer com Atlan: se as aquisições dela por parte dos leitores estivessem em níveis aproximados das demais frentes de publicação de Perry Rhodan, não haveria necessidade de reduzir seu ritmo — muito menos correr o risco de cancelá-la, o que só é evitado agora devido ao esforço mantido até aqui pela SSPG de prosseguir com a publicação mesmo sob prejuízo, contando com o interesse crescente dos leitores no futuro.

 

A nova pesquisa de opinião

 

Em decorrência da nova redução do ritmo de Atlan, em dois meses de cada trimestre serão lançados 7 volumes do universo rhodaniano no Brasil, em vez de 8. Para preencher essa lacuna e manter 8 volumes lançados todos os meses, a SSPG promove mais uma pesquisa de opinião para saber dos leitores quais lançamentos eles gostariam de ver completando essas lacunas que, até então, eram ocupadas pelos lançamentos de Atlan. A pesquisa, que se inicia no dia 27 de abril e se encerrará em 31 de maio de 2020, dá as seguintes opções aos leitores para ocupar a 8ª “vaga” nos meses em que não houver lançamentos de Atlan:

 

– Lançar mais um volume da frente do 10º ciclo, “Xadrez Cósmico” (atualmente com 2 lançamentos por mês).

– Lançar mais um volume da frente do 16º ciclo, “A Hansa Cósmica” (atualmente com 4 lançamentos por mês).

– Lançar mais um volume da frente do 27º ciclo, “Os Tolkandenses” (atualmente com 1 lançamento por mês).

– Iniciar uma nova frente de publicação a partir do nº 1 (1º ciclo, “A Terceira Potência”).

– Iniciar uma nova frente de publicação a partir do nº 2700 (38º ciclo, “O Tribunal Atópico”).

– Iniciar uma nova frente de publicação a partir do nº 3000 (42º ciclo, “Mito”).

 

Além disso, o participante poderá, se desejar, selecionar uma alternativa adicional (secundária) na hipótese de a sua opção preferencial não ser a escolhida. Essa possibilidade ajuda a reduzir a chance de que a quantidade de opções oferecidas produza um resultado fragmentado, sem uma preferência realmente de destaque nítido para os participantes da pesquisa. A escolha do novo lançamento será feita levando em conta uma combinação dos resultados das duas perguntas. Caso o participante escolha a mesma opção como preferencial e alternativa na pesquisa, a alternativa será desconsiderada.

Em relação às opções oferecidas para as novas frentes de publicação, a correspondente ao 1º ciclo, embora já seja conhecida pela grande maioria dos fãs, foi incluída devido ao fato de ser a mais solicitada espontaneamente à SSPG por leitores recém-conhecedores da sua edição. Além disso, permitiria que muitos completassem suas coleções da série desde o início. Conforme citado na pesquisa de opinião veiculada em 2017, da qual essa opção também fez parte, essa edição traria um texto revisado ou até retraduzido, respeitando o estilo da antiga edição brasileira, com o padrão de qualidade da SSPG e possíveis materiais suplementares diferenciados.

As duas opções inéditas oferecidas para as novas frentes foram selecionados pela editora com base na distância significativa em relação ao ponto mais avançado atualmente da edição brasileira e por constituírem ciclos que tiveram histórias de grande impacto na Alemanha, sendo muito elogiados pelos leitores alemães em relação à qualidade das suas histórias. Assim, para que os leitores interessados em conhecer um novo ciclo (em vez de mais volumes de ciclos já publicados no Brasil) tenham um embasamento para escolher qual desses ciclos inéditos seria publicado, apresentamos aqui as características de cada uma das duas opções.

 

Nº 2700 (38º ciclo, “O Tribunal Atópico”)

 

O ciclo “O Tribunal Atópico”, que teve início no episódio 2700 e cujo arco principal de histórias só foi concluído dois ciclos depois, no episódio 2899, foi um divisor de águas para a série Perry Rhodan. O episódio 2700 marcou o início do trabalho dos novos coordenadores gerais da série, Wim Vandemaan e Christian Montillon, que, ao contrário de seus antecessores, deram carta branca para os autores escreverem suas histórias de forma mais aberta e criativa, inclusive incentivando e promovendo mudanças surpreendentes no próprio status quo da série, como a morte ou o desaparecimento temporário de vários personagens antes considerados “intocáveis” pelos leitores. E, assim como na grande trama que se desenvolveu entre os episódios 650 e 999, que modificou radicalmente a ambientação das histórias e a própria estrutura da série, os acontecimentos que tiveram início no episódio 2700 provocaram mudanças permanentes na série, cujas consequências ainda continuarão impactando-a durante um longo tempo.

As surpresas constantes, os destinos trágicos de personagens importantes e a alta imprevisibilidade das histórias fizeram com que esse conjunto de ciclos fosse comparado à série televisiva de fantasia Game of Thrones, que revolucionou a história da televisão ao integrar todos esses elementos a uma narrativa hiper-realista. Em seus mais de cinquenta anos de história, provavelmente Perry Rhodan nunca foi tão empolgante como nos três ciclos que compuseram esse “grande ciclo” iniciado com o nº 2700 e concluído no episódio 2899.

 

Nº 3000 (42º ciclo, “Mito”)

 

O ciclo “Mito”, que teve início no episódio 3000 e ainda está sendo publicado atualmente na Alemanha, trouxe enormes mudanças para a série. Ele começa com Perry Rhodan chegando muitos anos após o previsto numa Via Láctea que perdeu a memória da Terra — que parece nunca ter existido — e do próprio Rhodan. Lentamente, Rhodan e seus companheiros começam a investigar os mistérios do passado, bem como os motivos pelos quais a Terra havia desaparecido de forma tão misteriosa e definitiva. O que torna esse ciclo tão interessante é o fato de que os leitores vão descobrindo a situação da Via Láctea nessa nova época episódio a episódio juntamente com Perry Rhodan, sendo necessário montar todas as pequenas peças de um gigantesco quebra-cabeça para conseguir entender tudo que aconteceu durante esse longo tempo.

Outro ponto alto do ciclo é o reencontro entre Reginald Bell, que passou vários séculos escondido, e Perry Rhodan, para quem a transição entre todos esses anos de ausência ocorreu em questão de minutos. Enquanto Rhodan está motivado para desvendar o mistério do desaparecimento da Terra, Bell é um homem amargurado, que passou todo esse período agindo nas sombras e escondendo-se de inimigos reais e imaginários. Agora, tendo que trabalhar juntos novamente, ambos percebem que as diferenças de opinião entre eles são muito maiores do que jamais imaginaram...

 

Participação na pesquisa

 

Em qualquer um dos casos oferecidos na pesquisa, a editora ressalva que a sua adoção efetiva estará condicionada a que seja alcançado um patamar mínimo de interessados que viabilize os custos de produção. Afinal, caso bem poucos leitores se interessem por mais lançamentos, ocorreria aí a mesma situação de baixas vendas desses novos lançamentos (mesmo nas frentes já em andamento) que houve na série Atlan — ou seja, nesse cenário, o preenchimento dessa lacuna corresponderia a trocar seis por meia dúzia. Além disso, a SSPG ressalta a importância do comprometimento dos participantes da pesquisa com suas escolhas, para evitar que ocorra a mesma situação da pesquisa de opinião que levou ao início da publicação da série Atlan — na qual uma parcela significativa dos leitores que disseram que comprariam uma nova edição de Atlan nunca chegaram a fazer um pedido de volumes da série. Tal postura, conforme podemos ver agora, contribuiu para o revés no quadro atual da série Atlan.

Para participar da pesquisa, é necessário que o leitor acesse sua conta da loja virtual da SSPG, no site oficial da edição brasileira de Perry Rhodan (www.perry-rhodan.com.br). Após efetuar login na conta da loja virtual e acessar a página “Minha Conta”, deve-se rolar a tela até o fim da página. As opções da pesquisa estarão logo acima do bloco de links do rodapé.

 

Belo Horizonte, abril de 2020

Equipe de Redação

SSPG Editora.

Faça um comentário

Captcha


PERRY RHODAN© is a registered trademark by Pabel-Moewig Verlag KG, Rastatt, Germany.
Copyright © 2001,2019 Star Sistemas e Projetos Gráficos Ltda., Brasil.
Perry Rhodan Brasil - SSPG Editora © 2020