SSPG alcança a marca de 700 episódios publicados

Publicado em: Comunicados Data de criação: 2022-08-02 Visualizações: 126 Comentários: 0

Artigo publicado no Prefácio Editorial do volume PR1136.

Na quinzena de lançamento deste volume 1136 da série Perry Rhodan, a SSPG celebra um marco pequeno, mas digno de nota na trajetória da sua edição: com os volumes recém-lançados, a editora alcança a marca de 700 episódios publicados do universo rhodaniano em seu projeto de veiculação da série (incluindo nesse grupo os 19 episódios já lançados da série Atlan). É um número que justificadamente deve trazer orgulho não só para cada membro da equipe de produção da edição, mas também para cada fã da série que a acompanha e contribui para sustentar a publicação no Brasil com suas aquisições.

Um aspecto que potencializa esse fato é que os motivos para celebrar esse marco vão além do mero número redondo atingido e superado. Levando em conta que esse patamar é alcançado num contexto de tantos percalços atravessados desde o lançamento da edição da SSPG em 2001 — que atingiram seu ápice em 2007, quando a edição teve que ser cancelada pela editora —, é de fato uma grande conquista dos fãs que a edição esteja ainda prosperando no nosso país. Dos 198 volumes lançados em versão exclusivamente impressa até 2007, juntaram-se desde então mais de 500 novos episódios que agora estão disponíveis integralmente em versão digital e, em parte, em edição impressa também. Aliás, essa nova versão impressa é mais uma adição ao rol de ofertas da SSPG que traz muita satisfação à equipe da editora, não só pela qualidade alcançada nos volumes físicos, como por poder dessa maneira atender a uma parcela adicional dos leitores que ainda se mostravam desafeitos ao formato digital.

Também vale notar as escalas de destaque alcançadas nessa jornada representadas por números especialíssimos, como os episódios 1000 e 3000, bem como a oportunidade dada aos leitores de conhecer ciclos mais avançados da série, que, na publicação convencional de sequência única, estariam ainda a décadas de distância dos leitores no Brasil.

Naturalmente, porém, como a SSPG já ressaltou em diversas oportunidades anteriores, a chegada a esse patamar não vem desacompanhada de certas apreensões. Em especial, atualmente, é concreta a dificuldade da editora de manter o ritmo de publicação global da edição, devido ao baixo patamar corrente de vendas. Conforme detalhado no recente artigo veiculado na seção Comentário dos volumes 1130, 1841 e 2715, esse patamar não sustenta naturalmente a quantidade de títulos lançados pela editora a cada mês. Esse sustento na prática se dá com as vendas adicionais de episódios mais antigos e as traduções efetuadas pela própria editora, abatendo custos. No entanto, esse segundo fator já não se mostra sustentável em virtude do elevado esforço pessoal demandado. Assim, uma redução de ritmo constitui um risco real e vem sendo seriamente considerada pela editora. Que fique bem claro, porém, para evitar mal-entendidos: não estamos falando de cancelamentos da edição nem de quaisquer das frentes de publicação, e sim apenas da possibilidade de adequação no ritmo de seus lançamentos. Detalhes a esse respeito já foram expostos no artigo citado, e somente o fortalecimento das vendas é capaz de continuar proporcionando aos leitores a oportunidade de dispor de 8 volumes da série a cada mês — uma vantagem, diga-se de passagem, de que nem mesmo os fãs alemães dispõem atualmente na série principal.

Para alguns leitores, pode parecer cansativo encontrar mais uma vez menções às dificuldades que desafiam o projeto da série no Brasil. Porém, são referências importantes para evitar consequências bem piores, como o cancelamento que ocorreu em 2007. Reiteramos que a perspectiva de uma ocorrência nessa dimensão não está no horizonte atual, mas é preciso ter sempre em mente como o futuro é incerto e capaz de provocar reveses inesperados — e o quanto cada leitor tem a perder com um revés desse porte. É um cenário absolutamente indesejado, e, por isso, julgamos que a importância dos alertas dados pela editora para que não ele comece a se delinear perigosamente supera e muito o dissabor de ficar retomando esse assunto.

Por outro lado, fazemos aqui também o exercício imaginativo de considerar um cenário inverso, com vendas em patamar bem favorável: uma simulação, ainda que superficial, feita pela SSPG descortina a possibilidade de haver o lançamento de 10 ou até 12 volumes mensais caso o patamar de vendas fosse o dobro do atual — por exemplo, com a compra de mais exemplares pelos leitores, com a adesão a todas a frentes de publicação pelos que acompanham uma parte delas, com adesão maior à edição impressa e com a renúncia à pirataria por aqueles que porventura insistem em ler os volumes sem adquiri-los oficialmente.

Em todo caso, independentemente de qual seja o ritmo de publicação, a SSPG olha para adiante com a perspectiva de vivenciar mais marcos como o atual com alegria e satisfação pelo trabalho realizado. E assim, que possamos celebrar futuramente nestas páginas os 800, 1.000 e mais episódios da série lançados para o deleite dos que apreciam com vigor o fantástico universo de aventuras da maior série de ficção científica do mundo.

 

Belo Horizonte, julho de 2022

Rodrigo de Lélis

Editor – Publicações Perry Rhodan

SSPG Editora

Faça um comentário

Captcha


PERRY RHODAN© is a registered trademark by Pabel-Moewig Verlag KG, Rastatt, Germany.
Copyright © 2001,2019 Star Sistemas e Projetos Gráficos Ltda., Brasil.
Perry Rhodan Brasil - SSPG Editora © 2022